Represa Rio Jaguari – Igaratá – Jacareí – São José dos Campos – Arujá – Santa Isabel

Represa Rio Jaguari – Igaratá – Jacareí – São José dos Campos – Arujá – Santa Isabel
Compartilhe este artigo:

Fala Galera blz?

Hoje vamos falar do Rio Jaguari (Represa de Igaratá), essa represa atravessa os municípios de Arujá, Santa Isabel, Igaratá, Jacareí e São José dos Campos.

Já naveguei lá algumas vezes e recentemente estive no encontro da galera do #jetskiibiuna, foi bom relembrar as paisagens do local, o lugar é muito bonito, vale a pena conhecer.

Dessa vez o encontro foi marcado na marina castelinho no município de Igaratá, de São Paulo até a Marina da + ou – 100km, é uma viagem é tranquila, as rodovias estão um tapete, pra chegar na marina tem um trecho de terra batida, é relativamente tranquilo a chegada.

A marina fez o serviço de descida e subida por R$100,00, tinha estacionamento pro carro e um vestiario pra se trocar e tomar uma ducha depois do encontro.

Estávamos em + ou – 25 jetski nos reunimos na água em frente a marina e com apoio do Erick do @jetnaveia fomos guiado para algumas cachoeiras da represa.

A primeira que visitamos foi a cachoeira do Bumerangue Norte, é uma cachoeira pequena, dependendo do nível da represa quase não tem queda d’água, abaixo segue a localização e algumas fotos do local.

Depois partimos pra Cachoeira do bom sucesso situada no município de São José dos Campos, mas devido o nível da represa baixo não foi possível chegar até ela.

A segunda que alcançamos foi a cachoeira represa 1 no município de Jacareí, nela paramos e tomamos aquele banho para repor as energias, a queda d’água é maior que da primeira, a encosta é formada por pedras e é muito escorregadia, todo cuidado é pouco, no verão ficam muitos barcos ancorados ouvindo música e fazendo churrasco.

A terceira que visitamos é a cachoeira do Bumerangue Sul situada no município de Santa Isabel, tem uma boa queda d’água e seu acesso é por trilha, tentamos acessar pelo rio que chega até ela mas devido o nível da represa o rio estava muito raso e seu fundo coberto por pedras.

Por fim acho que deu pra perceber que visitando essas cachoeiras navegamos bastante pela represa, tenho ciência que existem mais lugares para conhecer, algumas cachoeiras, a cidade inundada, o restaurante das águas (Já almocei lá em outra ocasião e recomendo) e provavelmente outros que não consigo nem mencionar pois desconheço (rsrsrs)

O encontro com certeza foi um sucesso, valeu super a pena, conhecemos lugares incríveis e pessoas muito bacana, (valeu @fabiofirmenich por agitar o encontro) fazia anos que não navegava por lá e gostei muito, pretendo voltar mais vezes para explorar o desconhecido, ai volto aqui e complemento o post, alias se alguém souber de lugares que faltaram mencionar por favor deixe seu comentário que vamos enriquecer esse post.

Compartilhem as historias de vocês, vamos trocar experiencias de passeios e rotas que ja fizemos. Abraços, Wilson

jetclube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *